Bispos da Província

  • Home
  • /
  • Bispos da Província

ARQUIDIOCESE DE BOTUCATU

 

 

Dom Maurício Grotto de Camargo (8º Bispo e 5º Arcebispo de Botucatu)

Lema Episcopal : “Sereis minhas testemunhas” At. 1,8

 

Dom Maurício Grotto de Camargo, filho de Orlando Lemes de Camargo e Maria Grotto de Camargo, nasceu aos 26 de setembro de 1957 em Presidente Prudente, Estado de São Paulo.

Foi admitido no Seminário N.S. Mãe da Igreja da Diocese de Presidente Prudente onde cursou o ginásio (1969-1972), o Colegial Clássico (1973-1975) e a Filosofia (1976-1977).  Fez o curso de Teologia  no Instituto Paulo VI da cidade de Londrina, PR (1978-1980).

Depois de ter recebido os Ministérios de Leitor e Acólito, foi ordenado diácono aos 20 de janeiro de 1980 e sacerdote aos 11 de abril de 1981. As cerimônias foram realizadas na Catedral de São Sebastião, ambas por imposição das mãos de Dom Antônio Agostinho Marochi, então bispo diocesano de Presidente Prudente.

 

Atividades como Presbítero:

Coordenador Diocesano de Pastoral (1981-1988).
Chanceler da Cúria de Presidente Prudente (1981-1986).
Vigário cooperador da Paróquia de Santa Rita de Cássia em Presidente Prudente (1981-1982).
Administrador Paroquial de Álvares Machado (1982-1986).
Diretor Espiritual do Seminário Filosófico Provincial Sagrado Coração de Jesus em Marília-SP (1987-1990).
Recebeu o Título de Cidadão Machadense em 1987.
Vigário da Paróquia N.S. Aparecida de Regente Feijó-SP, simultaneamente ao cargo de Diretor Espiritual do Seminário Provincial Sagrado Coração de Jesus em Marília (1988-1990)
Reitor do Seminário Filosófico Provincial Sagrado Coração de Jesus em Marília-SP (1991–1992).
Administrador Paroquial da Par. de N.S. dos Navegantes em Rosana (1993-1996).
Reitor do Seminário Filosófico Provincial Sagrado Coração de Jesus  em Marília (1997 – 1999).
Subsecretário de Pastoral da CNBB em Brasília, DF (novembro de 1999 a março de 2000).
Subsecretário Geral da CNBB em Brasília – DF (de abril a junho de 2000).

 

Episcopado:

No dia 03 de maio de 2000 foi nomeado pelo Santo Padre, o Papa João Paulo II, Bispo Coadjutor da Diocese de Assis, SP.
Foi sagrado Bispo por Dom Antônio Agostinho Marochi, então Bispo Diocesano de Presidente Prudente, no Ginásio Municipal de Esportes de sua cidade natal no dia 30 de julho de 2000.

 

Atividades como Bispo:

Tomou posse como Bispo Coadjutor de Assis na Festa da Assunção de Maria, dia 15 de agosto do mesmo ano.
Por onze meses exerceu o cargo de Administrador Apostólico “sede vacante” de Araçatuba, SP, entre os anos de 2003 e 2004.
Assumiu o governo da Diocese de Assis no fim do mês de outubro de 2004 quando Dom Antônio de Sousa, CSS, tendo completado 75 anos de idade, teve sua renúncia aceita pelo Santo Padre.
Ainda em 2004 recebeu o Título de Cidadão Assisense em Sessão Solene na Câmara Muncipal.
Foi responsável pelo Setor das Pastorais da Mobilidade Humana da CNBB em âmbito nacional entre os anos de 2007 e 2011.
Foi nomeado Arcebispo Metropolitano de Botucatu no dia 19 de novembro de 2008 por sua Santidade, o Papa Bento XVI.
Com a presença do então Núncio Apostólico no Brasil, Dom Lorenzo Baldisseri, tomou posse, como 8º. Bispo e 5º. Arcebispo de Botucatu no dia 15 de fevereiro de 2009.
Recebeu o Título de Cidadão Botucatuense em Sessão Solene, realizada na Câmara Municipal de Botucatu no dia 26 de setembro de 2014.

 

Endereço/ Residência:

Rua Dr. Costa Leite, 608 – Centro

CEP: 18600-010 – Botucatu – SP

Fones: (14) 3882-0909 / 3882-0535

E-mail: arcebispo@arquidiocesebotucatu.org.br / dommauricio@uol.com.br

 


DIOCESE DE MARÍLIA

 

 

Dom Luiz Antônio Cipolini (4º Bispo da Diocese de Marília/SP)

Lema Episcopal : “Permanecei no meu amor” Jo. 15,9

 

No dia 8 de maio de 2013, o Papa Francisco nomeou o então Padre Luiz Antonio Cipolini, da Diocese de São João da Boa Vista, para assumir o governo da Diocese de Marília. Sua sagração episcocal deu-se no dia 7 de julho de 2013, e sua posse deu-se no dia 4 de agosto do mesmo ano.

Dom Luiz Antônio Cipolini nasceu em Caconde (SP), na diocese de São João da Boa Vista, em 8 de julho de 1962. Completou seus estudos em Filosofia (1980-1982) e Teologia (1982-1986) pelo Centro de Estudos Arquidiocesano de Ribeirão Preto. Ele, em seguida, obteve seu mestrado em Teologia Moral no Alfonsianum de Roma (1992-1994)

Foi ordenado sacerdote em 15 de agosto de 1986 sendo incardinado ao clero de São João da Boa Vista Boa Vista, onde ocupou as seguintes funções: 

  • em Mogi Guaçu foi vigário paroquial da paróquia de Nossa Senhora do Rosário (1986-1987) e pároco da paróquia de Nossa Senhora Aparecida (1988-1992);
  • Pároco da Paróquia de Santana, na cidade de Vargem Grande do Sul (1994-2002);
  • Reitor do Seminário Diocesano de Teologia (2002-2005); 
  • Professor de Ética no Centro Universitário de Administração, em São João da Boa Vista;
  • De 2006 a 2013 ele foi professor e diretor do Instituto de Filosofia e pároco da Paróquia de Nossa Senhora de Fátima, em São João da Boa Vista.

Em 4 de agosto de 2013, Dom Luiz Antônio Cipolini tomou posse como Bispo Diocesano de Marília.

 


 

DIOCESE DE LINS

 

DOM FRANCISCO CARLOS DA SILVA

Lema Episcopal: Ite in vineam. (“Ide para a Vinha”)

 

Dom Francisco Carlos da Silva, nascido aos 30 de setembro de 1955, na cidade de Tabatinga-SP, filho do senhor Manuel Antônio da Silva e da senhora Alice Malaquias da Silva.

Foi ordenado presbítero, aos 11 de dezembro de 1982. Sua nomeação Episcopal aconteceu aos 19 de setembro de 2007 e foi Ordenado Bispo aos 22 de novembro neste mesmo ano.

Os Estudos Filosóficos, fez no Seminário Maior Diocesano de São Carlos-SP (1976). E a Teologia estudou na Pontifícia Universidade Católica de Campinas-SP (1979).

Suas atividades antes do Episcopado. Vig. Substituto na Catedral de São Carlos-SP (1983); Vig. Paroquial do Divino Espírito Santo, Itápolis-SP (1983); Admin. Paroquial e Pároco de São Sebastião, Itaju-SP (1983-1984); Coordenador da PJ e da Região na Região Pastoral IV (1985 a 1986); Coordenador Dioc. De Pastoral (1997 a 2000); Vig. Geral de São Carlos-SP (1999 a 2002); do Cons. De Presbíteros por cinco mandatos; da Coordenadoria Dioc. De Pastoral, do Colegiado episcopal e do Cons. Dioc. De Pastoral; da Com. Representativa de Presbíteros da Sub-Região Pastoral de Campinas-SP; da Com. De Bens Culturais da Igreja (2002 a 2006); Diretor do arquivo diocesano de São Sebastião de Borborema (desde 1984), do Col. De Consultores desde 1999, Cônego Catedrático e presidente do Cabido diocesano desde 2002, Vigário Episcopal da Região Pastoral IV desde 2004, Coordenador da Com. de Cultura para o Centenário da Diocese (2007).

De suas atividades como Bispo, Dom Francisco Carlos da Silva: 1º suplente do Cons. Permanente do Regional Leste II e participante da Com. Episc. Pastoral para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz.

 


 

DIOCESE DE BAURU

 

DOM FREI RUBENS SEVILHA (6º Bispo da Diocese de Bauru/SP)

Lema Episcopal: Pertransivit Benefaciendo.

 

Nascido na Diocese de Presidente Prudente no município de Tarabai, no estado de São Paulo em 27 de setembro de 1959, iniciou sua caminhada vocacional aos 12 anos de idade quando ingressou no seminário menor dos Carmelitas Descalços na cidade de São Roque - SP, onde também fez o noviciado. 

Cursou Filosofia em São Paulo com os padres Jesuítas na Faculdade Nossa Senhora Medianeira no ano de 1980. Em Roma, formou-se em teologia pela Pontíficia Faculdade Teológica Teresianum e cursou Arqueologia Sacra no Pontíficio Instituto de Arqueologia Cristã. 

Em 19 de outubro de 1985 foi ordenado presbítero, na Matriz da cidade de São Roque SP pelo cardela Dom Paulo Evaristo Arns. Na Província dos Carmelitas Descalços do Sedeste do Brasil, desempenhou as seguintes funções: mestre dos postulantes, mestre dos noviços, pároco da Basílica Santa Teresinha na Arquidiocese do Rio de Janeiro, pároco da Paróquia de Santa Teresinha (Higienópolis) na Rquidiocese de São Paulo, Assistente espiritual da Associação das Monjas Carmelitas Descalças e superior provincial. 

Foi eleito bispo auxiliar da Arquidiocese de Vitória, no Espírito Santo no dia 21 de dezembro de 2011 pelo Papa Bento XVI e sua Ordenação Episcopal foi realizada na Catedral de Vitória ES no dia 18 de março de 2012, por Dom Luiz Mancilha Vilela. 

Em 20 de maio de 2018 tomou posse da Diocese de Bauru como 6º Bispo Diocesano, em meio à grande presença do clero e de fiéis.