Notícia

31 Mai, 2015

A ação educativa de maria, em comunhão com a santíssima trindade e sua importância na espiritualidade do cristão educador

Encerramos por esses dias um tempo forte de espiritualidade mariana. Neste mês de maio, dentre várias reflexões sobre Nossa Senhora, a Mãe de Deus que possui vários títulos, cada qual relacionado com a função na economia da salvação que exerce, propomos ressaltar uma face de Maria pouco abordada em diversas outras ocasiões, a sua santa missão educativa. Ao dizer o seu sim a Deus, por meio do anjo Gabriel, Maria aceitou e assumiu a missão de ser Mãe e Mestra do redentor e, por conseguinte, da humanidade.

Espelhados em seu exemplo daquela que abraçou, com infinito amor e devoção, a função de gerar, acolher, prover recursos, educar e acompanhar o Filho de Deus em todas suas ações terrenas, devemos sempre ter em mente que o caminho da Cruz, e também da salvação, é uma rota árdua que passa por espinhos, mas também repleta de sentido e alegrias.

Desde a anunciação, até a ascensão de Jesus, sua Mãe o acompanhou fielmente. Seu exemplo maior perpassa pelo de educadora na fé e na vida de seu Filho no momento histórico em que viveram e atinge seu ápice no modelo de discipulado que ela inaugurou ao seguir em todos os passos o Salvador da humanidade.

Como educadora da Igreja, Maria se faz modelo de oração, persistência, humildade e mansidão no seguimento à lei maior do amor, pregada por Cristo no amor recíproco entre Ele e o Pai ao Espírito Santo. Essa relação com a Trindade Santa faz com que Nossa Senhora se torne pedagoga na fé de todos os irmãos e irmãs de Jesus, aqueles que compõem o corpo da Igreja da qual Cristo é o mestre-cabeça.

Ao deixar-se modelar, ao receber a ação do Espírito e crescer na fé, nesse caminho de discipulado, como escolhida do Pai para gerar seu Unigênito, Maria cumpre seu papel pedagógico de ensinar a entrar em sintonia da melhor maneira possível com a Santíssima Trindade, nos ensina a cada dia mais reconhecer essa ação de Deus com compaixão e misericórdia para nos guiar à salvação.

Essa sintonia existencial com Deus Pai, e Filho e Espírito Santo se torna mais presente e acessível com o projeto pedagógico elaborado, difundido e aplicado por Maria, filha predileta do Pai, esposa do Espírito Santo e mãe do Filho de Deus.

Sabemos que em tempos avançados de tecnologias, informações e métodos cada dia mais elaborados de ensino a educação demanda mais esforço de estudo e desenvolvimento dos profissionais que atuam nessa área. Porém ao seguir o exemplo de Maria, percebemos que a simplicidade é a chave de tudo e que a comunhão plena de alma e coração com a Santíssima Trindade nos leva a encarar esses desafios com coragem e ousadia, as mesmas virtudes com que Nossa Senhora esteve à frente da batalha contra o mal e a favor da vida, sobretudo da Igreja e de seus filhos.

A nós cristãos, resta-nos tentar compreender e almejar essa relação íntima de espiritualidade com Deus, através do exemplo amoroso de mãe que Maria, jovem cheia de fé e humildade conseguiu nos transmitir.

Tenhamos essa certeza da ação de Deus em nossas vidas, assim como nossa Mãe Santíssima teve e nos preparemos de coração para encarar todos os processos da nossa vida terrena a fim de encontrar na graça celeste todo o amor e toda a verdade.

 

 

Seminarista Jonathas Alfredo Zakir Pereira

COMPARTILHAR