Notícia

14 Abr, 2016

Assembléia estadual da pastoral carcerária - ano de 2016

Assembléia Estadual da Pastoral Carcerária

Em uma cultura marcada pelo relativismo e pelo niilismo é até esperado a Igreja ser muito contestada nas suas posições. No entanto, se há um ponto de convergência de opiniões onde a grande maioria concorda, é com relação às obras de caridade da Igreja.

Foi assim que a Igreja, pródiga em obras de misericórdia, deu a conhecer aos fiéis que se dispuseram a estar participando da Assembléia Estadual da Pastoral Carcerária uma de suas tantas obras sociais espalhadas pelo mundo, qual seja, a Obra Social Magnificat.

Localizada na bela São José dos Campos a Obra Social recebeu em suas dependências os agentes da pastoral carcerária do estado. Dentro do contexto do Ano da Misericórdia a ação social desempenhada pela comunidade Magnificat com seu amplo leque de projetos em prol dos mais necessitados assim como o trabalho da pastoral carcerária deram consistência a este tema que foi o eixo da Assembléia. Com suas ações concretas ambas as iniciativas extrapolam a dimensão de uma religiosidade meramente formal e realizam literalmente a misericórdia.

Desse modo, a Igreja presente no complexo mundo do sistema carcerário mediante a pastoral carcerária, não poderia ficar inerte aos desafios que dali brotam. Daí a Assembléia, alicerçada em significativos momentos de oração e celebrações eucarísticas, ter trazido para o centro das reflexões os seguintes temas: assistência religiosa, saúde no cárcere, revista vexatória e conselho da comunidade. 

         Num tempo de anomia e perplexidade que estamos vivendo conhecer experiências afins fomentadas por pessoas de boa vontade que se doam para aqueles que vivem nas periferias da existência despertam as esperanças. E no âmbito da Igreja como também em tantas outras instituições encontramos tantas pessoas que, de maneira orgânica e articulada, através de projetos e pastorais, vão melhorando a vida e o mundo.

Pe. Orlando de Almeida Alves

 

COMPARTILHAR