Diocese de Assis

Sábado, 10 25th

Last updateSáb, 25 Out 2014 2pm

Aconteceu nos dias 14 e 16 de Outubro, na Paróquia Senhora das Dores, em Cândido Mota/SP,  a Missa Celebrada por Dom José Benedito Simão, no qual foi realizado o Sacramento da Confirmação – Crisma. No dia 14, foram crismados 40 jovens. No dia 16, mais 70 jovens receberam o Sacramento. Hoje, dia 23 de Outubro, outro grupo está se preparando para esse momento de Graça e Alegria. Deus abençoe os nossos jovens! FOTOS E TEXTO: Claudinei Oliveira - Pascom Candido Mota DIA 14 DE OUTUBRO   DIA 16 DE OUTUBRO  
Aos 07 de outubro de 2014, memória litúrgica de Nossa Senhora do Rosário, foi nomeado o novo Conselho de Presbíteros da Diocese de Assis. Fazem parte deste Conselho Dom José Benedito Simão(Bispo Diocesano), Pe.  Oldeir José Galdino (Vigário Geral), Pe. Sérgio Henrique da Silva (Coordenador Diocesano de Pastoral), Pe. Heliton Luís Ferreira (Representante dos Presbíteros), Pe. Carlos Augusto Martins Junior (Formador), Frei Saul Peron, OFM Cap, Pe. Orlando Almeida Alves (Representante da Região 1), Pe. Silvio Eduardo Cardozo ( Região 2), Pe. José Donizetti de Oliveira (Região 3), Pe. Leandro César Martins (região 4). Foram indicados para as seguintes funções: Coordenador: Pe. Heliton, Secretário: Pe. Juninho, Espiritualidade Presbiteral: Pe. Sérgio, Atualização Doutrinal e Pastoral: Pe. Silvio, Convivência Fraterna: Pe. Donizetti e Solidariedade Presbiteral: Pe. Leandro César Martins. Dom Simão deverá nomear ainda mais dois presbíteros que deverão fazer parte deste Conselho. Dentre os membros do Conselho de Presbíteros, foram extraídos também o Colégio dos Consultores , que conforme estatuto deverão ser os mesmos do CP, com exceção de Frei Saul (religioso). Foi nomeado também o  Conselho de Ordens e Ministérios , com os seguintes membros: Pe. Juninho, Pe. Heliton, Pe. Donizetti, Pe. Sérgio, Pe. Silvio, Pe. Leandro e Pe. Oldeir.    Nossas orações pedindo as bênçãos de Deus sobre todos os presbíteros de nossa Diocese de Assis.         Dom José Benedito Simão Bispo Diocesano       Pe. David José Martins Chanceler     Curia Diocesana de Assis 07/10/2014  
No  domingo dia 19 de outubro, aconteceu o XXI Encontro ‘Nossa Tarde Com Maria’ realizado pelo Movimento Apostólico de Schoenstatt, sendo que o local realizado este ano, foi na Paróquia Nossa Senhora de Fátima na Vila Prudenciana - Assis/SP. O Movimento celebrou o ano do centenário (1914-2014), da Aliança de Amor Mãe Rainha e vencedora e três vezes admirável de Schoenstatt, que contou com a participação de diversos fiéis das paróquias e comunidades da Diocese de Assis durante a tarde até ao final da missa. Os coordenadores do Movimento Apostólico de Schoenstatt, da Diocese de Assis são Elisabete Nunes de Abreu e Lupércio Ferreira Santos foram os responsáveis pela organização do Nossa Tarde com Maria, conduzindo o encontro ‘Nossa Tarde com Maria’, que é realizado anualmente em cada paróquia ou capela. Este encontro iniciou às 15h, com a entrada e reza do Terço dos Homens, às 15h30 ocorreram as palestras sobre a Mãe Rainha, pregações com o Pe. Heliton Luiz Ferreira (Paróquia São Nicolau), Pe. José Joaquim Damásio Neto (Paróquia Santa Cecília), Frei Ramon Salinos Bittencourt, OAR (Paróquia Nossa Senhora do Carmo) e a Missionária ana Maria de Oliveira Sindona. Em seguida às 17h, houve uma confraternização entre os encontristas, retornando às 18h com o Louvor a Nossa Senhora e encerrou com a Santa Missa às 19h, esta presidida pelo Pe. Oldeir José Galdino e concelebrada pelo Pe. Airton Costa. No ano de 2015, o XXII Encontro ‘Nossa Tarde Com Maria’ do Movimento Apostólico de Schoenstatt será realizado na Capela Santo Antônio - Vila Ouro Verde - Assis -SP.       Fotos: Andressa Santos, Larissa Miquelin e Marcelo J. Oliveira                  Por: Marcelo José de Oliveira - Coordenador da Pascom
  CONVOCAÇÃO Às Paróquias da Diocese de Assis     REVMOS SENHORES PRESBÍTEROS E COORDENADORES DA PASTORAL FAMILIAR:  A PAZ DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO         EM SINTONIA COM O SÍNODO SOBRE A FAMÍLIA, A DIOCESE DE ASSIS E A PASTORAL FAMILIAR DIOCESANA TEM A ALEGRIA  DE CONVOCAR TODAS AS PARÓQUIAS DA DIOCESE QUE POSSUEM OU NÃO PASTORAL FAMILIAR IMPLANTADA, PARA PARTICIPAREM DO XVII ENCONTRO DA PASTORAL FAMILIAR DA ARQUIDIOCESE DE BOTUCATU, NOS DIAS 08 E 09 DE NOVEMBRO DE 2014, NO CEDIPAS. AS EQUIPES RESPONSÁVEIS PELOS CURSOS DE NOIVOS DEVERÃO ENVIAR AO MENOS DOS REPRESENTANTES.       O INÍCIO SERÁ NO SÁBADO ÀS 8HS E O TÉRMINO NO DOMINGO COM O ALMOÇO. SEGUE A FICHA DE INSCRIÇÃO EM ANEXO.        DESDE JÁ AGRADECEMOS A PARTICIPAÇÃO E AS SUAS ORAÇÕES PARA O BOM ÊXITO DO EVENTO. PARA A REALIZAÇÃO DA INSCRIÇÃO, CLIQUE AQUI       Dom José Benedito Simão Bispo Diocesano de Assis e Coordenação da Pastoral Familiar
Nos dias 10, 11 e 12 de outubro de 2014,  o Bispo Diocesano de Assis, Dom José Benedito Simão, esteve em “Visita Pastoral” na Paróquia Nossa Senhora de Fátima na Vila Prudenciana de Assis/SP. No primeiro dia, sexta-feira dia 10 às 19h30, na Sala 'Legião de Maria' da Igreja Matriz, houve o encontro do Bispo com os diretores e professores das escolas da comunidade do complexo prudenciana. No dia seguinte o Bispo, os padres, autoridades civis e convidados se dirigiram até a Casa Paroquial onde foi servido aos visitantes um café da manhã e em seguida reunião. Estavam nesta com o Bispo Dom Simão, o pároco Pe. Oldeir José Galdino, o vigário paroquial Pe. Airton Costa, o Prefeito Municipal de Assis Sr. Ricardo Pinheiro Santana, o vereador Cristiano Santili representando a Câmara Municipal, Rosângela que é assessora da Secretaria da Assistência Social, a Jô que é assistente Social do CRAS I, Subtenente Resende do Corpo de Bombeiros, Claudemir Borazio e Maísa Kamegawa Borazio, que são os representantes do CPC e o presidente do CPP Márcio Alexandre da Silva. Ainda no sábado, no período da tarde às 14h, ocorreu a reunião de Dom Simão com a equipe de finanças e também a revisão dos livros (batismo/crisma/catequese/finanças) do escritório paroquial. Em seguida o Bispo fez visita às comunidades Santa Luzia, São Miguel e São Sebastião na comunidade da Água da Fortuna. Já a noite na Igreja Matriz, aconteceu a celebração da Missa do Crisma, sendo presidida pelo Bispo Diocesano Dom José Benedito Simão, concelebrada pelo Pe. Oldeir José Galdino e Pe. Airton Costa, cerimoniados pelo seminarista Thiago Antônio de Souza. No domingo dia 12 às 09h30, houve a celebração da Missa da 1ª Eucaristia, no período da tarde a reunião com as lideranças do CPP, CPCs, com os agentes de pastorais, ministérios e movimentos. Na noite de domingo, ocorreu a Solenidade da Padroeira e Rainha do Brasil, Nossa Senhora da Conceição Aparecida, sendo que a missa solene foi às 19h, presidida por Dom Simão e concelebrada pelo Pe. Oldeir José Galdino e Pe. Airton Costa, em seguida houve a procissão com a imagem de Nossa Senhora Aparecida, encerrando a programação a visita pastoral do Bispo Dom Simão, que também ao final da missa, recebeu uma placa de homenagem pela comunidade paroquial. Fotos: Márcio Alexandre da Silva, Beatriz Xavier, Ingrid Gomes,  Anelise Aparecida,  Larissa Miquelin e Thaís Graciano.  Álbum de fotos completo da Visita Pastoral/Missa do Crisma/Missa da 1ª Eucaristia/Solenidade de Nossa Senhora Aparecida, estão em: facebook.com/pnsfprudenciana Redação: Marcelo José de Oliveira – Coordenador da Pascom  Dom Simão com os padres Oldeir e Airton, na Saal Legião no encontro com professores e diretores.   Dom Simão, Pe. Oldeir e Pe. Airton, na casa paroquial, no café da manhã com as autoridades.        Pe. Oldeir, Dom Simão, Pe. Airton e Seminarista Thiago na Missa do Crisma   Os Crismados com Dom Simão       Dom Simão na Missa da 1ª Eucaristia Reunião com as lideranças dos CPP/CPCs e agentes de pastorais  Solenidade de Nossa Senhora Aparecida  Dom Simão recebe placa de homenagem ao final da Missa    Procissão de Nossa Senhora Aparecida 
 CLIQUE AQUI PARA VISUALIZAR O NOSSO INFORMATIVO DIOCESANO DO MÊS DE OUTUBRO - PARTE I  CLIQUE AQUI PARA VISUALIZAR O NOSSO INFORMATIVO DIOCESANO DO MÊS DE OUTUBRO - PARTE II      INFORMATIVO DIOCESANO – MÊS DE SETEMBRO DE 2014 - PARTE II INFORMATIVO DIOCESANO – MÊS DE SETEMBRO DE 2014 - PARTE I INFORMATIVO DIOCESANO – MÊS DE AGOSTO DE 2014  
    SAIBA MAIS CLICANDO AQUI
 
    Em janeiro de 2014, o papa Francisco, ao dirigir-se ao corpo diplomático sediado no Vaticano, declarou que «causa horror só o pensar que haja crianças que não poderão jamais ver a luz, vítimas do aborto», pecado que o santo padre qualificou de manifestação da «cultura do descarte» contemporânea e «negação da dignidade humana» (cf.http://w2.vatican.va/content/francesco/pt/speeches/2014/january/documents/papafrancesco_20140113_corpo-diplomatico.html). A dignidade inviolável da vida humana inocente, em todas as suas fases, não é apenas um princípio do Evangelho como também um fundamento para a construção de uma sociedade que promova efetivamente a dignidade da pessoa humana. É com esse pensamento, e com o propósito de atender aos apelos do papa Francisco, como também dos papas anteriores, Bento XVI e S. João Paulo II, que a Comissão em Defesa da Vida do Regional Sul-1 da CNBB vem a público, neste período de eleições, propor uma reflexão sobre esse assunto de vital importância, sem medo de exercer igualmente o papel profético da denúncia, convencida de que calar-se sobre este ponto equivaleria a omitir-se gravemente no cumprimento de sua missão.     Infelizmente, ao se fazer um balanço sobre a atuação do atual governo na questão da defesa da vida, os resultados obtidos foram indiscutivelmente sombrios. Neste período de governo, podemos assinalar os seguintes fatos: 01)  A Presidente deu continuidade e renovou por três vezes o convênio com a Fundação Oswaldo Cruz, tendo por objeto o “estudo e pesquisa para legalizar o aborto no Brasil”; ao ser renovado pela presidente, o objeto passou a ser estrategicamente designado como “estudo e pesquisa sobre o aborto para fortalecer o Sistema Único de Saúde”,  mas a equipe contratada continuava sendo a mesma, constituída pelos principais ativistas e representantes das ONGs que promovem, no Brasil, o reconhecimento dos “direitos sexuais e reprodutivos das mulheres”, expressão eufemística criada na Conferência do Cairo para abrir espaço ao direito do aborto.   02) Nomeou como ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres a socióloga Eleonora Menicucci, que fez diversos pronunciamentos públicos apoiando a legalização do aborto. Em 6 de junho de 2012, essa ministra declarou à Folha de São Paulo que «o governo entende que não é crime orientar uma mulher sobre como praticar o aborto». No mesmo dia a Secretaria de Atenção à Saúde do próprio Ministério declarou ao mesmo jornal que «o Sistema de Saúde brasileiro passará a acolher as mulheres que desejam fazer aborto e orientará como usar corretamente os métodos existentes para abortar» e que «Centros de aconselhamento indicarão quais são, em cada caso, os métodos mais eficazes».   03) Em fevereiro de 2013, o então ministro da Saúde, atualmente candidato ao governo do Estado de S. Paulo, em reunião com o presidente da Câmara Federal, solicitou que fosse votado em regime de urgência, um projeto de lei de autoria da deputada Iara Bernardi (PT), reapresentado em 2013 como PL 03/2013. Tal projeto de lei, apresentado simplesmente como dispondo sobre “atendimento obrigatório e integral de pessoas em situação de violência sexual”, não menciona explicitamente a palavra ‘aborto’, mas, conforme reconheceu sua própria autora, a deputada Iara Bernardi (PT), procura dar força de lei às normas técnicas do Ministério da Saúde que dispõem sobre o aborto supostamente legal, ainda que não haja no Brasil lei alguma definindo o aborto como direito em caso algum.   Após ter sido impulsionado em todas as etapas de tramitação por parlamentares da frente governista, este PL 03/2013 foi aprovado por unanimidade na Câmara dos Deputados em 5 de março e no Senado em 4 de julho, sendo transformado na Lei Federal n. 12.845/2013 após ter sido sancionado e promulgado pela presidente Dilma Rousseff (PT) no dia 1º de agosto de 2013. Essa Lei n. 12.845, que ganhou o apelido de Lei Cavalo de Troia pela forma enganosa como foi apresentada ao Congresso, institui o aborto como prática obrigatória em todos os hospitais públicos e conveniados com o SUS, sem respeito pela objeção de consciência dos hospitais mantidos pela Igreja Católica ou outras comunidades religiosas. Exige-se que o médico pratique o aborto, mesmo contra a própria consciência, quando não houver outro médico disposto a praticá-lo.   Outra novidade da Lei Cavalo de Troia é a definição de “violência sexual” como “qualquer relação sexual não consentida”, expressão que permite ser interpretada da maneira mais ampla possível e sem necessidade de apresentação de qualquer prova, nem mesmo boletim de ocorrência. Aliás, desde setembro de 2007, o PT assumiu em seu programa estatutário a legalização do aborto e a execução dessa prática em todos os casos no serviço público. Além do PT mais oito partidos políticos, registrados no Tribunal Superior Eleitoral, incluem explicitamente em seus estatutos ou programas a legalização do aborto, a saber: o Partido Comunista Brasileiro (PCB), o Partido Popular Socialista (PPS), o Partido Comunista do Brasil (PCdoB), o Partido da Causa Operária (PCO), o Partido Democrático Trabalhista (PDT), o Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), o Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU) e o Partido Verde (PV).   Quanto à realização de um plebiscito sobre a legalização do aborto, em 2007, quando da visita do papa Bento XVI ao Brasil, o então secretário-geral da CNBB declarou que “Colocar em plebiscito o direito de matar é um absurdo. Ninguém gostaria que seu direito de viver dependesse do resultado de um plebiscito”. S. João Paulo II na sua encíclica “Evangelium Vitae” assim se expressa: “Quando uma maioria parlamentar ou social decreta a legitimidade da eliminação, mesmo sob certas condições, da vida humana ainda não nascida, por ventura não assume uma decisão ‘tirânica’ contra o ser humano mais débil e indefeso? Porventura (os crimes contra a humanidade) deixariam de ser crimes, se, em vez de terem sido cometidos por tiranos sem escrúpulos, fossem legitimados por um consenso popular? Não se pode mitificar a democracia até fazer dela o substituto da moralidade.” (EV 70).  Infelizmente, a candidata do PSB à Presidência da República apoia a realização de um plebiscito sobre a legalização do aborto no Brasil. Esse posicionamento contradiz o direito à inviolabilidade da vida humana desde a concepção até à morte natural, sempre defendido pela Igreja. (Fontes: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/brasil/fc1204200718.htm   http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/marina-defende-plebiscito-para-aborto-e-maconha/)   É bom que se recorde igualmente que os serviços de aborto, supostamente legal (sendo que não há lei que defina o aborto como direito no Brasil), começaram na prefeitura de São Paulo, em 1989, durante a gestão da atual coordenadora geral da campanha de Marina Silva, com a portaria n. 692/1989, do então Secretário Municipal de Saúde, hoje candidato do PV, que também apoia explicitamente o aborto em seu programa estatutário. (Fonte: http://noticias.r7.com/eleicoes-2014/pre-candidato-pelo-pv-eduardo-jorge-defende-legalizacao-do-aborto-e-da-maconha-14062014)            Em seu artigo sobre “Fé e Política”, o Bispo de Guarulhos SP, escreve:” Se um candidato...escolheu um partido que tem posições contrárias à defesa da vida, desde a sua concepção até à morte natural, e vincula e obriga os seus membros a esta posição, seria imoral para o cristão fazer tal opção política.” (Folha Diocesana de Guarulhos, n° 212, julho de 2014). A Comissão em Defesa da Vida do Regional Sul-1 da CNBB recomenda a todos os cidadãos muito discernimento nestas eleições, para que o nosso voto fortaleça a defesa da Vida Humana em todas as suas fases e não contribua a espalhar a “cultura do descarte” de seres humanos, denunciada pelo papa Francisco.   COMISSÃO EM DEFESA DA VIDA DO REGIONAL SUL-1 DA CNBB   ASSINAM ESTE FOLHETO OS COORDENADORES DAS COMISSÕES DIOCESANAS EM DEFESA DA VIDA (CDDVS) DAS (arqui)DIOCESES (em ordem ALFABÉTICA) DE:   Campinas – Diácono João VICENTE DA Silva; Guarulhos – Maria   LEÔNIA DA   Silva; Itapetininga – Irmã Aparecida Reis; S. André – ROBERTO VERTAMATTI; S. José dos Campos – João Pinheiro Neto; E, o Coordenador da Comissão em Defesa da Vida do Regional Sul 1- pe. Berardo Graz   “Autorizam a divulgação deste texto o Presidente da Comissão em Defesa da Vida do Regional Sul 1 da CNBB, DOM JOSÉ BENEDITO SIMÃO, e o Bispo Referencial da Pastoral Familiar do mesmo Regional Sul 1 DOM EMÍLIO PIGNOLI”                
ATIVIDADES REGIÃO PASTORAL 1   SETEMBRO 04/09 – 20h00 – PARÓQUIA SÃO NICOLAU – Reunião dos Padres, Religiosas, Coordenadores da Pastoral da Esperança, representantes das Paróquias na Região 1 (Assis e Cândido Mota). 26/09 – 08h30-16h00 – Encontro Secretárias Diocese e Paróquias.(Evento diocesano)   OUTUBRO 04/10 – Festa do Padroeiro da Diocese São Francisco de Assis. Celebração solene em todas as Paróquias da Diocese, seguindo o roteiro de celebração próprio. 12/10 – Festa de Nossa Senhora Aparecida – Padroeira do Brasil. Celebração em todas as Paróquias.   NOVEMBRO 02/11 – Finados Missas no cemitério municipal e Paróquias responsáveis 7h00 – Dom Simão e Vila Glória 9h00 – Pe. David José Martins (Comunidade São Judas Tadeu e São João Batista) 11h00 – Basílica S. Vicente de Paula – Vila Xavier 15h00 – Paróquia N. Sra. de Fátima – Vila Prudenciana 17h00 – Paróquia São Nicolau 14/11 – Assembléia Regional – Formação Doc. 100 CNBB – Comunidade  de Comunidades: Uma Nova Paróquia. (Assessor: Pe. Maurílio Alves Rodrigues) Local: Capela São Francisco – Vila Glória – Assis/SP Horário 20h00 5 (Cinco) Representantes por Paróquia – ligar na secretaria da Vila Glória para confirmar presença – 18 3324 1728 (atendimento segunda à sexta das 14h00 as 17h00). 28/11 – Assembléia Diocesana de Pastoral DEZEMBRO Confissões por Paróquia (o Pároco agendará)   19/12 – Confissões o dia todo na CATEDRAL 07h às 09h  -  Pe. Orlando, Pe. Juninho, Pe. Luiz 09h às 11h – Pe. Sérgio, Pe. Neto, Pe. Mauro, Pe. Luiz 11h às 13h00 – Pe. Oldeir, Pe. Juninho, Pe. Heliton, Pe. Neto. 13h às 15h – Pe. Maurílio, Pe. Orlando 15h às 17h – Pe. Airton, Pe. Manoel 17h às 19h – Pe. Manoel, Alberto, Pe. Luiz.

Região I

No  domingo dia 19 de outubro, aconteceu o XXI Encontro ‘Nossa Tarde Com Maria’ realizado pelo Movimento Apostólico de Schoenstatt, sendo que o local...
Veja todas ...

Região III

É com grande pesar que comunicamos o falecimento da Senhora Fátima Laranjeira, irmã do Padre Luiz Fernando Dias, Pároco da...
Veja todas ...

Artigo do Mês

 CLIQUE AQUI PARA VISUALIZAR O NOSSO INFORMATIVO DIOCESANO DO MÊS DE OUTUBRO - PARTE I  CLIQUE AQUI PARA VISUALIZAR O NOSSO...
Veja todas ...

Região II

Reforma Igreja Matriz de Iepê

Reforma Igreja Matriz de Iepê

| Jair Candido Bastos
      Projeto concluído com sucesso.... Graças ao esforço e boa vontade do Pároco Padre José David Espessotti, Vigário Padre Aldivino e a...
Veja todas ...

Região IV

Pastorais, Movimentos e Comunidades

   No dia 28 de setembro de 2014 a Legião de Maria da Diocese de Assis a convite do Padre Maurílio...
Veja todas ...

Cadastro do Usuário

Temos 2 visitantes e Nenhum membro online