Diocese de Assis

Quarta, 07 30th

Last updateQua, 30 Jul 2014 2pm

  "Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta constituição". Histórico: O “Grupo Cidadania Assis e Região”, composto de representantes da Igreja Particular da Diocese de Assis, Igreja Presbiteriana Independente de Assis, Igreja Luterana de Assis e Região, OAB-Assis, APEOESP-Assis, UNESP-Assis, Sindicatos, Associações, demais Entidades Municipais, bem como cidadãs e cidadãos comuns, tem o prazer de convidar você e sua família para participar da Conferência do Prof. José Antônio Moroni-Brasília-DF, da Coordenação da COALIZÃO Nacional dos Movimentos Sociais pela REFORMA DO SISTEMA POLITICO, que estará em Assis, nos dias 14 e 15 de Agosto próximo para nos falar sobre esta Reforma do Sistema Político. MORONI, no dia 14 de agosto/2014, às 20:00 horas, na Associação Comercial de Assis-ACIA, sito à Av. Antônio Zuardi, 970, que fica ao lado da Corporação do Corpo de Bombeiros de Assis, vai falar especificamente ao publico assisense e regional, trazendo informações completas sobre esta complexa temática que interessa a todos os brasileiros e as brasileiras que buscam o bem comum! O “Grupo Cidadania Assis e Região” tem certeza que você voltará para casa com uma ideia clara sobre este assunto da maior importância da atualidade brasileira, onde o povo irá participar concretamente por meio do Plebiscito Nacional a se realizar de 01 a 07 de Setembro/2014 por uma Constituinte Exclusiva pela Reforma do Sistema Político, além da Coleta de Assinaturas com o mesmo objetivo. Sua presença é importante e boa para o Bem Comum de nossa cidade e região, bem como do Brasil!   Atividades: Dia 14/08/2014:  19:00 horas Credenciamento.  20:00 horas Composição da Mesa e Palestra do Prof. Moroni.  21:30 horas-Prof. Moroni responde perguntas.  22:00 horas Encerramento. Dia 15/08/2014: 09:00 horas Roda de Conversa com Lideranças na Câmara Municipal de Assis. 11:00  horas Radio Difusora-Pe. Vicente. 13:00 hora TV-FEMA. 15:00 horas TV 23. 16:00 horas Retorno ao Aeroporto de Marilia-SP.   Dia 21/08/2014: 14:00 horas Reunião do Grupo Cidadania: Avaliação e Organização do Plebiscito e Coleta de Assinaturas.   Fotos relativas: Banner do Evento. 8249-Criação do Grupo Cidadania Assis e Região. 8273-Alguns membros do Grupo em reunião ordinária. 8276-Membro do Grupo no Programa Voz do Vale. 8351-Jornal Diário de Assis registra reunião do Grupo Cidadania. 8372-Entrevista ao Jornalismo. 8406-Parceria da Igreja Luterana de Maracai-SP. 8408/8411-Divulgação na Igreja Luterana de Laranjeiras-SP.   “Grupo Cidadania Assis e Região” – Assis-29/07/2014.        
  Na manhã do dia 25 de Julho (Sexta-Feira), o Sest/Senat (Serviço Social do Transporte/Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte), com o apoio da Polícia Militar Rodoviária organizou em frente à base da polícia na rodovia Raposo Tavares, uma homenagem aos motoristas, no Dia de São Cristóvão, padroeiro da categoria. Padre Heliton Luiz Ferreira (Pároco Paróquia São Nicolau – Assis), aspergiu os veículos para serem abençoados. Fonte: Diário de Assis   Em Palmital, as bênçãos nos veículos aconteceram na noite do domingo dia 27 de Julho nas Paróquias São Sebastião e Santo Antônio.    Fonte: Pascom Palmital   Em Iepê, as bênçãos nos veículos aconteceram na noite do domingo dia 27 de Julho na Paróquia São João Batista.   Clique aqui para ver o Vídeo das Bençãos dos Carros em Iepê    Fonte: Ivanete Bampi / Jodae  
    CIRCULAR 15/2014 -  CONVITE CONFRATERNIZAÇÃO    DIA    DO     PADRE   Revmos senhores Presbíteros, Paz e alegrias no Senhor!   No dia 04/08/2014 (segunda-feira) teremos a confraternização pelo   DIA DO PADRE,  na Chácara São José, em Assis/SP.   A equipe organizadora está preparando com grande empenho esse importante dia de lazer e confraternização para todos os Presbíteros e Religiosos da Diocese de Assis.                 Segue a programação:          9:30 - Chegada - Café          10h30 – Momento de Oração, logo em seguida almoço de confraternização.          Tarde de lazer!       Desde já aguardamos a presença de todos os Presbíteros de nossa Diocese!   Em Cristo Jesus, Paz e Esperança!     Dom José Benedito Simão Bispo Diocesano                   Pe. Heliton Luís Ferreira  Representante dos Presbíteros     Pe. David José Martins  Chanceler da Curia Diocesana     Protocolo 886                                                         Pág 161                                       Livro 03
Estão disponíveis materiais para a Campanha Missionária 2014   (As Paróquias da Diocese de Assis procurem o material para o Mês Missionário no CEDIPAS).    Com o tema “Missão para libertar”, as Pontifícias Obras Missionárias (POM) promovem no mês de outubro a Campanha Missionária, que este ano está em sintonia com o tema da Campanha da Fraternidade, “Fraternidade e Tráfico Humano”. Os materiais da Campanha Missionária foram enviados às dioceses e prelazias e já estão disponíveis para download no site das POM. Entre os materiais para a Campanha Missionária deste ano estão: cartaz, livro da novena, DVD com testemunhos, mensagem do papa, oração missionária, oração dos fiéis, marcadores de página e envelopes para a coleta do Dia Mundial das Missões. O envelope deve ser utilizado exclusivamente para a Coleta do Dia Mundial das Missões, que será celebrado no final de semana dos dias 18 e 19 de outubro. As ofertas devem ser integralmente enviadas às Pontifícias Obras Missionárias (POM), responsável por repassá-las ao Fundo Universal de Solidariedade para apoiar projetos em todo o mundo. As POM são as responsáveis por organizar todos os anos a Campanha Missionária e conta com a colaboração da Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial, a Comissão Episcopal para a Amazônia e outros organismos que compõem o Conselho Missionário Nacional (Comina). Os itens citados acima podem ser baixados no site: http://www.pom.org.br/ Com informações das POM     Comunicamos a todas as Paróquias da Diocese de Assis, que já se encontram no CEDIPAS oS materiais da Campanha Vocacional. Os Materiais a serem retirados pelas Paróquias são: Cartaz, Folder e Envelope vocacional.   *Estão disponíveis também o Material Missionário para o mês de Outubro.   Mais Informações: (18) 3322-2614
Comunicado às Paroquias – Diocese de Assis  02 – 2014 Conforme instrução recebida do Sindicato da Categoria das Instituições Beneficentes de Assis e Região ( SINDETURH/PRUDENTE ), o recolhimento à titulo de Contribuição Confederativa que é descontado mensalmente de cada funcionário, que antes era feito o pagamento através de deposito bancário diretamente na conta do sindicato, passa a partir de Setembro/2014 a ser recolhido através de boleto Bancário, descartando portanto a obrigatoriedade do envio das guias ao Sindicato para a baixa no sistema, sendo então quitados automaticamente por ele. Orientamos que não seja efetuado nenhum deposito a partir da data mencionada. Favor aguardar remessa das guias. Maiores Informações no seu Escritório.      Junior Serezani – Setor RH
O Pe. Valdemar Aparecido dos Reis, Pe. Pardal, estará na Diocese de Assis, celebrando os seus 25 anos de sacerdócio e convida a todos para as celebrações! Pe. Pardal que está em missões em Tefé/AM, virá para celebrar esta importante data com os seus inúmeros amigos aqui da Diocese de Assis e estará celebrando nas comunidades por onde trabalhou. Na ocasião estará celebrando também em Ibirarema e  Londrina. Vejam a programação e participem ! Parabéns Pe. Pardal! Conte com as orações de todos da Diocese de Assis! Que o Senhor o abençoe e proteja sempre!   Data Dia da Semana Horário Cidade Paróquia   31/07 Quinta-feira 19:30 Ibirarema Nossa Senhora  de Lourdes   02/08 Sábado 19:00 Lutécia Nossa Senhora da Boa Esperança   03/08 Domingo 10:00 Pedrinhas Paulista São Donato   03/08 Domingo 19:00 Oscar Bressane Nossa Senhora do Carmo   08/08 Sexta-feira 19:00 Londrina     09/08 Sábado 19:00 Cruzália São Sebastião   10/08 Domingo 09:00 Florínea São José   10/08 Domingo 19:00 Tarumã Santo André   12/08 Terça-feira 19:00 Borá     13/08 Quarta-feira 19:00 Assis/ V. Prudenciana Nossa Senhora de Fátima   14/08 Quinta-feira 19:00 Bragança Paulista Tríduo Vocacional   15/08 Sexta-feira 19:00 Bragança Paulista Tríduo Vocacional   16/08 Sábado 19:00 Bragança Paulista Ord. Sacerdotal Dc. Hélio Rafael Benedetti   17/08 Domingo   Bragança Paulista 1 Missa Pe. Hélio Rafael Benedetti   23/08 Sábado 19:00 Paraguaçu Paulista Nossa Senhora da Paz   24/08 Domingo 10:00 Palmital São Sebastião   24/08 Domingo 19:00 Maracaí Nossa Senhora do Patrocínio   27/08 Quarta-feira 09:00 Aparecida Basílica Santuário N.S.Aparecida   31/08 Domingo 19:30 Tefé/AM Catedral Santa Teresa    Pe. Pardal   E-mail: pepardal@yahoo.com.br
  Depois do calvário que durou um ano, e após o governo do Sudão ter enfrentado pressão internacional sem precedentes, a cristã sudanesa Meriam Ibrahim é libertada e acompanhada de sua família voou para Roma nesta quinta-feira (24) em um avião do governo italiano. Os advogados de Meriam informaram que todas as acusações contra ela foram retiradas. Ela foi poupada de uma sentença de morte por se converter do islamismo para o cristianismo, mas estava proibida de deixar o Sudão. A jovem sudanesa cuja sentença e prisão desencadearam uma comoção internacional, saiu da aeronave com seu bebê no colo e foi saudada pelo primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi. Meriam foi acompanhada no avião pelo vice-ministro de Relações Exteriores da Itália, Lapo Pistelli. Ele disse aos jornalistas no aeroporto Ciampino, em Roma, que a Itália estava em "constante diálogo" com o Sudão, mas não deu mais detalhes sobre o caso. Pistelli acrescentou que a família esta em boa saúde e ficará na Itália por alguns dias antes de ir para os Estados Unidos. O ministro, que carregava um dos filhos de Meriam no avião, disse esperar que ela tenha algumas "importantes reuniões" durante seu período na Itália. Não há dúvidas de que a enorme onda de apoio internacional ajudou a manter o caso dela no centro das atenções. Meriam Ibrahim finalmente ela conseguiu deixar seu país para dirigir-se aos Estados Unidos! Nossa campanha global em defesa de Meriam recolheu mais de 300.000 assinaturas. Isso quer dizer que mais de 300.000 mensagens foram enviadas ao governo do Sudão. Mais uma vez reitero o agradecimento por sua participação nessa campanha. Sua assinatura colaborou diretamente para o desfecho feliz dessa dramática história. A coragem e a fortaleza de Meriam nos deixaram impressionados. Além de ter permanecido firme com relação à sua fé cristã, ela ainda teve de enfrentar a duríssima situação de dar à luz na prisão. A precária situação em que ocorreu o parto – sem nenhum tipo de ajuda médica -  fez com que seu bebê nascesse com uma deficiência física. Apesar dessa trágica situação, Meriam perseverou e agora poderá retomar sua vida familiar e profissional. Mais uma vez, José Benedito, muito obrigado por sua ajuda!   Um forte abraço. Guilherme Ferreira e toda a equipe de CitizenGO     CitizenGO é uma plataforma de participação cidadã que trabalha para defender a vida, a família e as liberdades fundamentais em todo o mundo. Para saber mais sobre CitizenGO
Reino Unido: Papa Francisco pede proteção jurídica adequada à vida desde a concepção   Publicado em 25 de julho de 2014    O site ACI informou nesta sexta-feira (25/07/14) que o Papa Francisco enviou uma mensagem por ocasião do Dia da Vida que será celebrado no próximo dia 27 de julho na Inglaterra, Irlanda, Escócia e Gales, para pedir “a proteção jurídica adequada para o direito humano fundamental à vida” e combater a cultura de morte. Em uma mensagem enviada às Igrejas locais pelo Secretário de Estado Vaticano, Cardeal Pietro Parolin, o Papa exortou a apreciar a vida, especialmente dos mais vulneráveis da sociedade, ao mesmo tempo solicitou aos católicos “levar o amor misericordioso de Cristo como um bálsamo que dá vida aos que sofrem com novas formas de pobreza e vulnerabilidade cada vez mais evidentes na sociedade”. Do mesmo modo, expressou sua confiança em que esta testemunha anual da santidade do presente de Deus da vida “inspire os fiéis e os jovens católicos, em particular, para o combate contra a cultura da morte”. O lema do Dia da Vida 2014 é “Proteger e apreciar a vida desde seu começo até seu final natural”, constitui um convite aos jovens, sobretudo, para que participem do cuidado, da criação e da proteção da vida em cada etapa e em cada condição. O Dia da Vida é celebrado todos os anos pela Igreja Católica na Escócia, Inglaterra, Gales e Irlanda, e está dedicado a criar consciência sobre o significado e o valor da vida humana em cada etapa e em cada condição. O dinheiro arrecadado na coleta que será realizada nas paróquias da Inglaterra e Gales no domingo, 27 de julho, ajudará o trabalho do Centro de Bioética Anscombe e outras atividades relacionadas com a vida apoiadas pela Igreja.   Fonte:http://www.acidigital.com/noticias/reino-unido-papa-francisco-pede-que-se-de-uma-protecao-juridica-adequada-a-vida-desde-a-concepcao-20682/
  21 A 24 DE JULHO DE 2014   Fontes: Agências Brasil, Senado, Câmara, planalto.gov, STF , STJ, TSE e outras   EXECUTIVO 1. (23.07.14) - Novas regras para processos trabalhistas entram em vigor em 60 dias Foi sancionada nesta semana a Lei 13.015/2014, que, por meio de modificações na sistemática de recursos cabíveis no Tribunal Superior do Trabalho (TST), visa a dar maior celeridade aos processos trabalhistas. As mudanças entrarão em vigor em 60 dias. Nesse período, uma comissão de ministros do TST será encarregada de elaborar proposta de regulamentação da nova sistemática. As mudanças foram propostas no PLC 63/2013, do deputado Valtenir Pereira (PROS-MT), elaborado a partir de sugestões do próprio TST. O projeto foi aprovado em junho na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado (CCJ). Entre outras medidas, a lei estabelece regras para a uniformização da jurisprudência no âmbito dos Tribunais Regionais do Trabalho, amplia o poder dos ministros relatores no TST para negar seguimento a embargos e formaliza regras já aplicadas pelo tribunal para o recurso de revista (Agência Senado).  2. (23.07.14) - Sancionada política nacional de apoio aos 'pontos de cultura' A presidente Dilma Rousseff sancionou nesta terça-feira (22) a transformação do Programa Cultura Viva em lei. Como parte do programa, o governo federal oferece apoio financeiro a grupos e entidades locais que realizem ações de valorização da diversidade cultural, promoção da cidadania e capacitação de trabalhadores da cultura, entre outras. O programa nasceu em 2004, com o nome de Ponto de Cultura, e desde então é regulamentado por meio de portarias do Ministério da Cultura. A Lei 13.018/2014 cria a Política Nacional Cultura Viva, que conta como instrumentos os “pontos de cultura”, entidades não governamentais sem fins lucrativos que desenvolvem ações culturais continuadas na comunidade, e os “pontões de cultura”, espaços culturais ou redes regionais e temáticas que articulam os pontos de cultura. A lei permite a parceria entre os pontos e pontões de cultura e escolas de ensino fundamental, médio e superior, além de entidades de pesquisas e extensão (Agência Senado). 3. (23.07.14) - TCU responsabiliza diretores da Petrobras por compra da refinaria de Pasadena O Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou nesta quarta-feira (23) o relatório do ministro José Jorge relativo a processo que investiga irregularidades na compra da refinaria de Pasadena, no Texas (EUA), pela Petrobras. O ministro determinou a devolução de US$ 792,3 milhões aos cofres da Petrobras pelos prejuízos causados ao patrimônio da empresa. O relatório isenta de responsabilidade os membros do Conselho de Administração, que na época era presidido pela então ministra da Casa Civil Dilma Rousseff, hoje presidente da República. O maior montante, de US$ 580,4 milhões, deverá ser devolvido por membros da diretoria executiva da Petrobras, que aprovaram a ata de compra da refinaria, entre eles o ex-presidente da estatal Sérgio Gabrielli, além de Nestor Cerveró, Almir Barbassa, Paulo Roberto Costa, Guilherme Estrella, Renato Duque, Ildo Sauer e Luís Carlos Moreira da Silva. Eles terão prazo de 15 dias para apresentar defesa. Todos os citados terão os bens indisponíveis por um ano para garantir o ressarcimento dos prejuízos (Agência Senado). 4. (23.07.14) - MEC autoriza seis cursos de medicina O Ministério da Educação autorizou o funcionamento de seis cursos de medicina em instituições particulares. Com isso, serão ofertadas mais 498 vagas no país. A portaria que autoriza os cursos foi publicada hoje (23) no Diário Oficial da União. As vagas serão distribuídas da seguinte maneira: 42 na Faculdade Meridional, em Passo Fundo (RS), 76 no Centro Universitário Uniseb, em Ribeirão Preto (SP); 100 no Centro Universitário de João Pessoa, em João Pessoa, 100 na Faculdade das Américas, em São Paulo; 80 no Centro Universitário Franciscano, em Santa Maria (RS) e 100 na Faculdade Integrada Tiradentes, em Maceió (Agência Brasil). 5. (24.07.14) - BC aumenta projeção para alta dos preços da eletricidade O Banco Central (BC) aumentou a projeção para o reajuste do preço da eletricidade de 11,5% para 14%, este ano. A previsão está na ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do BC, divulgada hoje (24). Para as tarifas de telefonia fixa, o BC projeta redução de 3,8%, este ano, contra a previsão anterior de 4,2%, divulgada em maio. A estimativa para o conjunto de preços administrados por contrato e monitorados, a estimativa é 5% em 2014, mesmo valor considerado na reunião do Copom de maio. Segundo a ata, essa projeção considera variações ocorridas, até junho, nos preços da gasolina (0,7%) e do gás de bujão (0,7%). Para 2016, a projeção para os preços administrados é 6%, em 2015, ante 5% considerados em maio; e 4,8% em 2016 (Agência Brasil). 6. (24.07.14) - Com emissão para BNDES, Dívida Pública sobe R$ 80 bilhões em junho A emissão de títulos prefixados fez a Dívida Pública Federal (DPF) registrar forte alta em junho. De acordo com dados divulgados hoje (24) pela Secretaria do Tesouro Nacional, a dívida fechou o mês passado em R$ 2,202 trilhões, com alta de R$ 80,05 bilhões (3,77%) em relação a maio. A dívida pública mobiliária – em títulos públicos – interna subiu de R$ 2,029 trilhões para R$ 2,111 trilhões. Isso ocorreu porque, no mês passado, o Tesouro emitiu R$ 65,06 bilhões em títulos a mais do que resgatou e reconheceu R$ 16,49 bilhões em juros. O reconhecimento se dá porque a correção que o Tesouro se compromete a pagar aos investidores é incorporada gradualmente ao valor devido. A dívida pública externa encerrou junho em R$ 91,72 bilhões, com queda de 1,61% em relação ao valor de maio, quando tinha atingido R$ 93,22 bilhões. Contribuiu para a redução a queda 1,63% do dólar no mês passado (Agência Brasil). SENADO 7. (22.07.14) - Projeto obriga candidato a informar eventual situação de 'ficha suja' na propaganda eleitoral As restrições impostas às candidaturas a cargos eletivos pela Lei da Ficha Limpa (Lei Complementar135/2010) podem se tornar mais abrangentes. O senador Cristovam Buarque (PDT-DF) apresentou, na semana passada, projeto que exige a inclusão de aviso na propaganda do candidato incurso em situação de inelegibilidade após o momento de formalização do registro de sua candidatura. O PLS 223/2014 aguarda recebimento de emendas na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), onde tramita em caráter terminativo. Pela proposta, todas as peças usadas na propaganda eleitoral dos candidatos considerados inelegíveis após o registro da candidatura deverão conter, de maneira perceptível para o eleitor, os seguintes dizeres: “Este candidato foi incurso na Lei Complementar 64/1990 e considerado ficha suja”. A Lei 64/1990 trata de casos de inelegibilidade, prazos de recursos e outros assuntos relacionados à eleição (Agência Senado). 8. (24.07.14) - PEC da maioridade penal recebe apoio de vereadores e deputados estaduais O parecer contrário da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) não representou o fim da linha para a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 33/2012, que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos no caso de prática de crimes hediondos. Inconformado com a rejeição da matéria, seu autor, o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), apresentou recurso para levá-la a debate no Plenário do Senado. Agora, a busca é por entendimento para submetê-la aos dois turnos de votação e, se houver aprovação, encaminhar o assunto para a Câmara dos Deputados. Enquanto não se chega a um acordo para votação, a PEC 33/2012 tem sido alvo de diversas manifestações públicas, favoráveis e contrárias à sua aprovação. Ao longo do último semestre, chegaram ao Senado manifestações de apoio à iniciativa de quatro câmaras municipais e de uma assembleia legislativa. Ver mais  (Agência Senado) 9. (24.07.14) - Suplentes assumem mandatos de senador por Sergipe e Goiás Tomaram posse nesta quinta-feira (24) os suplentes de senadores Kaka Andrade (PDT-SE) e Fleury (DEM-GO). Eles ocuparão, respectivamente, as vagas dos senadores Eduardo Amorim (PSC-SE) e Wilder Morais (DEM-GO), que se licenciaram. Eduardo Amorim é candidato ao governo de Sergipe. Já a licença de Wilder é por motivo de saúde (Agência Senado). 10. (24.07.14) - Reforma do Código Penal alimenta debate sobre maioridade penal A redução da maioridade penal é um tema que continuará em debate não só no Plenário do Senado. A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) deverá voltar à questão quando continuar a discussão do parecer do senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) ao substitutivo do projeto de lei de reforma do Código Penal (PLS 236/2012). Presidente da CCJ, Vital convocou uma série de audiências públicas, ao longo do semestre passado, para analisar pontos da revisão do CP com membros do Poder Judiciário. O ponto de partida era o substitutivo ao PLS 236/2012, elaborado pelo senador Pedro Taques (PDT-MT) e já aprovado por uma comissão especial do Senado.  Ver mais (Agência Senado) CÂMARA 11. (21.07.14) - Proposta reduz contribuição ao INSS de contribuinte individual e segurado facultativo A Câmara dos Deputados analisa proposta (PL 6560/13) que reduz de 20% para 11% a alíquota de contribuição do segurado contribuinte individual e do segurado facultativo do Regime Geral de Previdência Social. O contribuinte individual é o que exerce por conta própria atividade econômica de natureza urbana ou que presta serviço de natureza urbana ou rural, em caráter eventual, a uma ou mais empresas, sem relação de emprego. Já o segurado facultativo é o que, mesmo não estando obrigatoriamente vinculado ao sistema previdenciário, por não exercer atividade remunerada, opta pela inclusão no sistema. Estão nesse caso, entre outros, estudantes e donas de casa. A proposta será analisada, em caráter conclusivo, pelas Comissões de Seguridade Social e Família; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Íntegra da proposta: PL-6560/2013(Agência Câmara) 12. (21.07.14) - Projeto altera idade máxima prevista no ECA para atendimento em creche pública A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 6854/13, do Senado Federal, que altera, no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA - Lei 8.069/90), a idade máxima para o atendimento de crianças em creches e pré-escolas públicas.A proposta prevê que serão atendidas crianças de zero a cinco anos de idade. Hoje, o ECA estabelece que o Estado deve assegurar esse serviço até o seis anos de idade. Porém, a Constituição, alterada pela Emenda Constitucional 53, obriga o fornecimento de creches públicas às crianças de até cinco anos. O objetivo do projeto é, portanto, apenas atualizar o ECA, adequando a lei ao texto constitucional. A proposta será analisada em caráter conclusivo pelas comissões de Educação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Íntegra da proposta: PL-6854/2013 (Agência Câmara) 13. (21.07.14) - Dos 513 deputados federais, 399 tentarão a reeleição em outubro Dos 513 deputados federais, 399 (ou 77,78% da composição atual da Câmara dos Deputados) concorrem à reeleição em outubro. Os demais 114 ou não disputam nenhum cargo, caso de 37 deles (7,21%), ou concorrem a outros cargos, caso dos 77 restantes (15%). Os números estão em levantamento feito pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap). Dos 77 deputados que disputam outros cargos, 21 buscam uma vaga de vice-governador, 21 concorrem ao Senado, 19 preferem ser deputado estadual, dez pretendem ser governador e seis desejam ser suplente de senador. Supondo que todos que disputam a reeleição consigam renovar seus mandatos – historicamente, apenas entre 60% e 70% conseguem – a renovação já seria de 22,22%. A estimativa do Diap, no entanto, é que a renovação da Câmara em 2014 ultrapasse a média histórica e supere os 50% da composição da Casa (Agência Câmara). 14. (22.07.14) - Educação aprova atendimento em creches públicas para crianças de até cinco anos A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 6854/13, do Senado, que estabelece o atendimento obrigatório em creches e pré-escolas públicas de crianças até os cinco anos de idade. A proposta altera o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA - Lei 8.069/90), que hoje possibilita esse serviço até os seis anos. A relatora, deputada Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO), defendeu a aprovação da medida. Ela ressaltou que a mudança do ECA é necessária para adaptá-lo à Emenda Constitucional 53, de 2006, que introduziu o limite etário de cinco anos para a educação infantil, em creche e pré-escola. A proposta, que tramita em caráter conclusivo, será analisada ainda pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. Íntegra da proposta: PL-6854/2013 (Agência Câmara) 15. (22.07.14) - PEC proíbe desapropriação de propriedades produtivas para demarcação A Câmara dos Deputados analisa a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 416/14, do deputado Vilson Covatti (PP-RS), que proíbe a desapropriação de pequenas e médias propriedades rurais e das que sejam produtivas para demarcação de terras indígenas e quilombolas. Atualmente, a Constituição prevê que a desapropriação dessas terras só não é possível para fins de reforma agrária. A proposta terá sua admissibilidade analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. Caso aprovada, será criada uma comissão especial para analisar o texto. Depois, a PEC precisará ser aprovada em dois turnos no Plenário da Câmara. Íntegra da proposta: PEC-416/2014 (Agência Câmara) 16. (23.07.14) - Famílias que vivem em parques, reservas e estações poderão ter direito ao Bolsa Verde A Câmara analisa projeto (PL 6605/13) que concede os benefícios do Programa de Apoio à Conservação Ambiental, o Bolsa Verde, às famílias de extrema pobreza que desenvolvem atividades de conservação nos parques nacionais, nas reservas biológicas e estações ecológicas federais. Atualmente, apenas têm direito aos recursos e aos serviços do Bolsa Verde as famílias que desenvolvem atividades nas seguintes unidades de conservação: florestas nacionais, reservas extrativistas e reservas de desenvolvimento sustentável federais (Lei 12.512/11). O projeto terá análise conclusiva das comissões de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Íntegra da proposta: PL-6605/2013(Agência Câmara) 17. (23.07.14) - Gastronomia pode ser incluída nos incentivos da Lei Rouanet O Projeto de Lei 6562/13, em análise na Câmara dos Deputados, inclui a gastronomia nacional como segmento que poderá ser beneficiado pela política de incentivos fiscais da Lei Rouanet (8.313/91). A proposta, do deputado Gabriel Guimarães (PT-MG), permite que pessoas e empresas doem ou patrocinem, com dedução no Imposto de Renda, eventos, pesquisas, publicações, criação e manutenção de acervos relativos à gastronomia brasileira. A proposta, que tramita em caráter conclusivo, será analisada pelas Comissões de Cultura; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Íntegra da proposta: PL-6562/2013 (Agência Câmara) 18. (24.07.14) - Dependente químico poderá ter que comprovar internação para receber auxílio A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 6587/13, do deputado Fábio Faria (PSD-RN), que condiciona o recebimento do benefício do auxílio-doença pelo dependente químico à comprovação da internação terapêutica para reabilitação profissional. O texto acrescenta dispositivo à Lei 8.213/91, que trata dos Planos de Benefícios de Previdência Social. “Em muitos casos, o segurado desse benefício utiliza o recurso disponível para adquirir mais drogas”, justifica o autor da proposta. De caráter conclusivo, a proposta será analisada pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Íntegra da proposta: PL-6587/2013(Agência Câmara) 19. (24.07.14) - Projeto acaba com redução de pena para traficante que seja réu primário De autoria da deputada Keiko Ota (PSB-SP), o Projeto de Lei 6315/13 acaba com a figura do chamado tráfico privilegiado. Pela Lei 11.343/06, a sanção imposta ao traficante pode ser reduzida de um sexto a dois terços, se ele for primário, tiver bons antecedentes e não se dedicar à atividade nem à organização criminosa. O projeto revoga essa possibilidade. A mesma lei determina ainda que, se o réu for primário e de bons antecedentes, o magistrado pode fixar a sanção no mínimo legal – cinco anos de reclusão. Conforme destaca Keiko Ota, da aplicação combinada dos dois dispositivos resulta a incidência de punição “extremamente branda” ao traficante. O projeto será analisado pelas comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; e de Constituição e Justiça e de Cidadania, antes de votado pelo Plenário. Íntegra da proposta: PL-6315/2013(Agência Câmara) 20. (24.07.14) - Proposta isenta governador e prefeito de responsabilidade por desoneração federal A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 6343/13, do deputado Simão Sessim (PP-RJ), que estende a governadores e prefeitos a garantia de não serem responsabilizados por ato fora de sua competência, em especial pela variação de receita quando houver redução dos repasses constitucionais em razão de política federal de desoneração de tributos. Atualmente, a Constituição já garante ao presidente da República não ser responsabilizado por ato estranho à sua função. A proposta inclui a norma na Lei 10.028/00, que mudou as regras dos crimes contra as finanças públicas no Código Penal (Decreto-Lei 2.848/40). A proposta será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania e depois pelo Plenário. Íntegra da proposta: PL-6343/2013 (Agência Câmara) STF-STJ-STE/TREs 21. (22.07.14) - Questionada lei que obriga publicidade educativa nos cinemas de SP Na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5140, ajuizada no Supremo Tribunal Federal (STF), o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, pede a suspensão, em caráter liminar, da eficácia da Lei estadual paulista 15.296/2014. A norma torna obrigatória a exibição, em todos os cinemas do estado, antes do início das sessões, de filme publicitário esclarecendo as consequências do uso de drogas. No mérito, o governador pede a declaração de inconstitucionalidade da lei, cujo texto ele havia vetado integralmente, sendo o veto derrubado pelo Legislativo estadual. A lei questionada estabelece, ainda, que o filme publicitário sobre drogas deverá ser elaborado sob a supervisão técnica das Secretarias de Saúde e de Educação. Por fim, impõe multa no valor equivalente a 20 mil Unidades Fiscais do Estado de São Paulo (UFESPs) ou outro índice substituto, prevendo a duplicação da multa a cada caso de reincidência (Site STF). 22. (22.07.14) - DivulgaCand 2014: aumenta participação das mulheres na política brasileira Ouça matéria sobre o tema. O número de mulheres em disputa por algum cargo nas Eleições Gerais deste ano é 46,5% maior do que no último pleito, em 2010. Até as 14h desta terça-feira (22), os dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostravam que no universo de quase 25 mil candidatos em todo o Brasil, 7.407 são do sexo feminino, representando 29,73% do total de concorrentes em 2014. Na Eleição de 2010, eram 5.056 candidatas (22,43%). É importante destacar que os dados do Sistema de Divulgação de Candidaturas (DivulgaCand 2014) estão sujeitos à atualização, sendo que eventuais números podem apresentar alterações em futuras consultas. A disputa para deputado federal e estadual registrou o maior número de mulheres candidatas: juntos os postos somaram 7.237 candidaturas, 2.404 a mais do que em 2010. Nas eleições deste ano, 2.057 mulheres (30,45%) irão concorrer nas vagas abertas ao cargo de deputado federal. Nos estados, o número também é expressivo, com 4.880 candidaturas femininas (30,04%) que disputarão as vagas nas assembleias legislativas. Em ambos os casos observa-se um crescimento de cerca de 50% de candidaturas femininas em 2014, na comparação com as Eleições Gerais de 2010. Para o cargo de deputado distrital, serão 300 mulheres na disputa em 2014 (29,91%). Em 2010, 224 mulheres concorreram ao cargo (25,33%) (Site TSE). 23. (23.07.14) - Liminar suspende nova propaganda da Petrobras O ministro Tarcísio Vieira de Carvalho Neto, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), concedeu liminar, nesta quarta-feira (23), à coligação Muda Brasil, que representa Aécio Neves como candidato a presidente da República, para determinar a imediata suspensão de peça publicitária da Petrobras veiculada na televisão, até que seja julgado o mérito da questão. A publicidade diz o seguinte: "A Petrobras conhece o brasileiro como ninguém. Por isso, só a gente poderia fazer uma gasolina sob medida para o seu carro e para você. Vem aí a gasolina com nome e sobrenome"(Site TSE). 24. (23.07.14) - Ministro nega ação contra Dilma por suposta prática de propaganda eleitoral antecipada O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Tarcisio Vieira de Carvalho Neto julgou improcedente a representação, sem pedido de liminar, ajuizada pela Coligação Muda Brasil e pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) em desfavor da presidente da República, Dilma Rousseff, por suposta prática de propaganda eleitoral antecipada. Na ação, os autores sustentam que Dilma teria feito discurso com “inegável conteúdo eleitoral” durante a cerimônia de entrega de unidades habitacionais do programa Minha Casa Minha Vida, no dia 2 de julho deste ano, na cidade de Vitória/ES. Os representantes afirmam também que em diversos trechos do discurso, a presidente veiculou a promessa de continuidade dos programas Minha Casa Minha Vida e Pronatec, bem como de construção de aeroportos e ampliação de rodovias e universidades (Site TSE). 25. (24.07.14) - Partido Novo pede ao TSE registro de seu estatuto Nesta quarta-feira (23), chegou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o pedido de registro do Partido Novo. O partido em formação pede para usar a sigla NOVO e ser identificado com o número 30. De acordo com o pedido, já foram atendidos todos os requisitos de criação, inclusive a assinatura de 493.316 eleitores que apoiam a formação da legenda. O relator  do pedido é o ministro João Otávio de Noronha. Atualmente existem 32 partidos políticos devidamente registrados no TSE com direito às garantias constitucionais conferidas às agremiações partidárias (Site TSE). 26. (24.07.14) - DivulgaCand 2014: maioria dos candidatos tem de 45 a 49 anos De acordo com dados do Sistema de Divulgação de Candidaturas (DivulgaCand 2014) do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) do início da tarde desta quinta-feira (24), a maioria dos candidatos registrados para disputar as Eleições 2014 é formada por pessoas de 45 a 49 anos. São mais de 25 mil candidatos no total, incluindo os postulantes a cargos de vice e suplente. Desse universo, 4.279 estão nessa faixa etária, representando 17,05% do total. Em seguida, aparecem os candidatos que têm de 50 a 54 anos, representando 16,27% do total e somando 4.081 pessoas. Nas extremidades, estão 22 candidatos com a menor faixa etária, de 18 a 19 anos, e três candidatos com mais de 100 anos. Nas Eleições 2010, a maioria dos candidatos também tinha de 45 a 49 anos, porém, a porcentagem era ainda maior, com 47% dos candidatos com essa idade, somando 10.647 ao todo. Idade e cargo Para o cargo de presidente da República, a maioria dos candidatos está na faixa de 55 a 59 anos. Já para o cargo de governador, a maioria dos candidatos tem de 50 a 54 anos. Os postulantes ao cargo de senador têm de 45 a 49 anos em sua maioria (36 candidatos), mas são imediatamente seguidos pela faixa etária dos 50 a 54 anos, com 35 candidatos. Esta também é a faixa etária da maioria dos candidatos à Câmara dos Deputados. De acordo com o DivulgaCand, 1.132 candidatos a deputado federal têm de 50 a 54 anos. Ao cargo de deputado estadual, a maioria dos candidatos tem de 45 a 49 anos, somando 2.794 nesta faixa etária. Para deputado distrital, a maioria está na faixa dos 45 a 49 anos, seguindo a média geral. Os dados foram extraídos das estatísticas de candidaturas disponíveis na página do TSE e alimentadas com dados do DivulgaCand 2014. É importante destacar que esses dados estão sujeitos à atualização, sendo que eventuais números podem apresentar alterações em futuras consultas (Site TSE). 27. (24.07.14) - Prazo para prestação de contas de campanha começa no próximo dia 28 Os candidatos, partidos políticos e comitês financeiros têm de 28 de julho a 2 de agosto para entregar a primeira parcial da prestação de contas de campanha à Justiça Eleitoral (JE). Já a segunda parcial deverá ser apresentada de 28 de agosto a 2 de setembro. Ambas deverão conter a discriminação dos recursos em dinheiro ou estimáveis em dinheiro para financiamento da campanha eleitoral e dos gastos que realizaram, detalhando doadores e fornecedores. A divulgação dos dados pela Justiça Eleitoral da primeira parcial será no dia 6 de agosto, e da segunda parcial, no dia 6 de setembro. Nos casos em que os candidatos, partidos políticos e comitês financeiros não encaminharem as prestações de contas parciais, a Justiça Eleitoral divulgará os saldos financeiros, a débito e a crédito, dos extratos bancários enviados pelas instituições financeiras (Site TSE). SE/Sul - Q. 801 - Conj. “B” - CEP 70200-014 - Brasília-DF - Brasil - Fone: (61) 2103-8300/2103-874 - E-mail: politica@cnbb.org.br   —   Site: www.cnbb.org.br
  Artigo de Dom Gil Antônio Moreira.
ACERTO DA RIFA DO QUADRO DE SÃO FRANCISCO Os responsáveis que estão com a rifa do quadro de São Francisco, cuja finalidade é ajudar no pagamento da grande imagem de São Francisco de Assis, que foi instalada em frente a Catedral, pedimos o favor de acertar na Mitra Diocesana de Assis, até o dia 25 de julho. Desde já pedimos ao  Senhor que recompense a todos os colaboradores!  O contemplado receberá 1 quadro de São Francisco de Assis, com a entronização e missa presidida pelo bispo diocesano , Dom José Benedito Simão Simão. COMIDI.   Maiores informações no Centro Diocesano de Pastoral (18) 3322 2614 E-mail centpastoral@ig.com.br
      Reforma Política: somar, não dividir!   por Pedro A. Ribeiro de Oliveira Quarta, 09 de julho de 2014    Fonte: http://www.ihu.unisinos.br/noticias/533056-reforma-politica-somar-nao-dividir     "Hoje está claro que a reforma do sistema político brasileiro é condição prévia para as reformas estruturais: do Estado, Agrária e Fiscal com auditoria da dívida pública. Não está claro, contudo, como ela deve ser encaminhada. Enquanto a Plenária Nacional dos Movimentos Sociais Brasileiros organiza o plebiscito popular em favor da convocação de uma Constituinte exclusiva, a Coalizão pela Reforma Democrática e Eleições Limpas promove a coleta de assinaturas em favor do projeto de Lei de Iniciativa Popular. Essas duas iniciativas da sociedade civil são de grande valor, desde que uma não anule a outra. O problema é que a diferença entre as duas propostas está se transformando em divergência que as enfraquece. Quero defender aqui a tese de que não há contradição entre elas, pois podem se reforçar mutuamente", escreve Pedro A. Ribeiro de Oliveira, consultor de ISER/Assessoria.   Eis o artigo.   Pesquisa da Fundação Perseu Abramo mostra que a maioria da população (89%) é favorável à Reforma Política e que 75% a consideram “muito importante”.Mostra também que falta clareza “técnico-política”: as respostas referem-se a combate à corrupção (15%) e privilégios (26%), mais controle social e melhor escolha de representantes (27%); outras referem-se a melhores políticas de saúde, segurança, salarial, educacional, etc . Essa confusão pode ser observada até mesmo entre lideranças de movimentos sociais, que pensam que mais de 1,5 milhão de assinaturas tornam obrigatório o resultado do plebiscito popular. Diante dessa desinformação, é preciso ter claro o que busca cada proposta.   Projeto da Coalizão Democrática   O Projeto de Lei de Iniciativa Popular pela Reforma Política, nasceu do convite da CNBB a entidades da sociedade civil que hoje chegam a quase 100. Para agregar tantas entidades, a proposta teve que limitar-se a pontos consensuais e não proíbe coligações em eleições proporcionais, como é desejo de muitos. Em compensação traz pelo menos uma inovação de grande importância: a regulamentação das doações para campanhas eleitorais. Vejamos rapidamente o conjunto de propostas desse projeto de lei : a) Proibição do financiamento de campanha por empresa. Instauração do financiamento democrático de campanha, constituído do financiamento público e de contribuição de pessoa física limitada a R$ 700,00. b) Adoção do sistema de “voto transparente” pela introdução de dois turnos de votação também nas eleições proporcionais (deputados e vereadores): o eleitor vota primeiramente no partido e depois escolhe um dos nomes da lista;   c) Alternância de gênero nas listas de candidatos do item anterior;   d) Regulamentação dos instrumentos da Democracia Participativa, reduzindo-se as exigências para a sua realização e facilitando-se sua tramitação no Congresso;   e) Fortalecimento e democratização dos partidos, para impor programas partidários efetivos e vinculantes;   f) Aumento da participação política de afrodescendentes e indígenas;   g) Criação de instrumentos que assegurem equilíbrio do pleito entre todos os partidos e candidatos.   Merece especial atenção a proposta de regulamentação das doações.   Na atual situação, qualquer empresa pode contribuir financeiramente para custear campanhas eleitorais. Torna-se um bom negócio para a empresa ajudar candidatos que depois de eleitos vão lhe prestar serviços dentro do governo ou defender seus interesses no Parlamento. Basta lembrar a liberação de agrotóxicos, de mineração e de remédios, a especulação urbana, a isenção fiscal ao agronegócio, o favorecimento a empreiteiras de obras públicas e a política de juros altos. Por isso se diz que empresário não faz doações, faz investimentos. Essa promiscuidade entre o interesse público e interesses privados é imoral e tende a descambar para a corrupção.   Além disso, o financiamento das campanhas por empresas eleva muito o seu custo, porque o dinheiro sai do caixa da empresa e não do bolso do empresário. A revista Carta capital de 22/03/2014 traz o exemplo da Oi. Entre seus acionistas está, além de fundos estatais como BNDESPar, Previ e Funcef, a Andrade Gutierrez (representada pela AG Telecom), umas das empreiteiras que mais faz doação de campanha. Para se ter uma ideia dos valores envolvidos, segundo dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) a construtora doou para campanhas do PMDB de Eduardo Cunha (que puxou a oposição ao marco civil da internet) um total de R$ 20,6 milhões em 2010 e R$ 14,8 milhões em 2012.   Há então flagrante contradição: pessoas jurídicas, que não têm direito a voto, de fato influem muito mais no resultado das eleições do que quem, ao votar, exerce o direito de cidadania. Essa contradição foi levada ao Supremo Tribunal Federal pela Ordem dos Advogados do Brasil sob a forma de ação direta de inconstitucionalidade. No dia 2 de abril o STF julgou a ação. Vale a pena transcrever parte do voto do ministro Marco Aurélio:   “ Segundo dados oficiais do Tribunal Superior Eleitoral, nas eleições de 2010, um deputado federal gastou, em média, R$ 1,1 milhão, um senador, R$ 4,5 milhões, e um governador, R$ 23,1 milhões. A campanha presidencial custou mais de R$ 336 milhões. Nas eleições municipais de 2012, segundo recente contabilização do Tribunal, teriam sido gastos incríveis 6 bilhões de reais. Apontou-se que os maiores financiadores são empresas que possuem contratos com órgãos públicos. O setor líder é o da construção civil, tendo contribuído com R$ 638,5 milhões, seguido da indústria de transformação, com R$ 329,8 milhões, e do comércio, com R$ 311,7 milhões.”   Embora a votação tenha sido suspensa por interferência do juiz Gilmar Mendes, o resultado já está definido: a maioria do STF (os 6 votos já proferidos) são pela inconstitucionalidade das doações de empresas. A notícia é ótima mas ainda não significa a vitória final da proposta, porque já corre no Congresso um movimento para mudar a Constituição e tornar legal aquela prática. Nesse contexto, o projeto de Lei de Iniciativa Popular torna-se ainda mais importante, porque impedirá essa tentativa de retrocesso legal.     A proposta de plebiscito popular   A proposta da Plenária Nacional dos Movimentos Sociais Brasileiros visa realizar um plebiscito popular sobre a convocação de uma Assembleia Constituinte exclusivamente para fazer a Reforma Política. Embora não tenha valor jurídico, por não ser reconhecido oficialmente, o plebiscito tem força moral quando recolhe um número significativo de votos. Basta lembrar o resultado positivo dos plebiscitos populares sobre a Dívida Externa e sobre a ALCA, que se converteram em força de pressão da sociedade sobre o governo. Também este poderá ser um valioso instrumento em favor da convocação de uma Assembleia Constituinte capaz de fazer a Reforma Política sem submeter-se aos interesses corporativos dos membros do Congresso Nacional .   Além disso, a mobilização para o Plebiscito Popular é uma excelente oportunidade para fazer-se o trabalho de educação política de massa, esclarecendo à população como funciona o Congresso, como se dá o processo eleitoral, para que servem os partidos políticos, e outros temas relevantes. Até a semana do 7 de setembro esse trabalho educativo deve mobilizar os Movimentos Sociais, de modo a obter um bom resultado em termos de votos.     Conclusão   As duas propostas se complementam. A primeira busca efetividade, pois projeto de lei de iniciativa popular respaldado por quase 2 milhões de assinaturas tem muito peso no Congresso. A segunda promove a conscientização política, trazendo para toda a sociedade o debate de questões que a mídia insiste em esconder ou deturpar. Se não há contradição entre elas, a hora é de unir forças e evitar qualquer desqualificação dessas propostas.   Minha fé é política porque ela não suporta separação entre o corpo de Jesus e o corpo de um irmão. Minha fé é política porque crê que a economia pode mudar um dia e ser toda solidária. Minha fé é política porque acredito na juventude, na sua força e inquietude, no seu poder de diferença e na força da velhice que com sua sabedoria e experiencia ainda tem muito a colaborar, para um país justo, igualitário sem tantas injustiças sociais..      Pastoral Fé e Política Arquidiocese de São Paulo A partir de Jesus Cristo em busca do bem comum   www.pastoralfp.com http://pastoralfp.blogspot.com  

Região I

A Paróquia Nossa Senhora de Fátima da Vila Prudenciana de Assis - SP, realizou nos dias 26 e 27 de...
Veja todas ...

Região III

  Comunicamos a todas as Paróquias da Diocese de Assis, que já se encontram no CEDIPAS oS materiais da Campanha Vocacional. Os...
Veja todas ...

Artigo do Mês

  O papa Francisco esteve nesta segunda-feira (28) visitando a Igreja Evangélica da Reconciliação em Caserta, na Itália. Esta foi a...
Veja todas ...

Região IV

Benção nos carros em Palmital

Benção nos carros em Palmital

| Paróquia São Sebastião
Hoje dia 27.07.2014, aconteceu nas paróquias de palmital as Santas Missas como de costume e em louvor a São Cristovão...
Veja todas ...

Pastorais, Movimentos e Comunidades

                       Realizou-se no dia 12 de Julho, das 8h00 às 12h00,...
Veja todas ...

Cadastro do Usuário

Temos 3 visitantes e Nenhum membro online