PDF Imprimir E-mail

Ritual para a missa de Posse a ser utilizado nas próximas celebrações em que serão empossados os novos párocos!

Este ritual foi elaborado para que as comunidades paroquias, juntamente com as equipes de liturgia e seus respectivos párocos , pudessem preparam da melhor forma as missas de posse. Este ritual, depois de aprovado pelo Bispo Diocesano segue agora para que seja seguido nas celebrações Eucaríticas.

MISSA DE POSSE COMO PÁROCO DA PARÓQUIA DE _________

 

 

- Comentário inicial

- Canto de entrada

- Saudação do presidente

 

 

Com: Neste momento, será feita a leitura da provisão canônica, ou seja, do documento elaborado em nome do Sr. Bispo, dando posse ao Pe. ... , como pároco de nossa comunidade.

 

 

  - Leitura da provisão Canônica  (feita por algum leigo da paróquia)

 

PROFISSÃO DE FÉ

 

 

Com: Conforme determina a disciplina da Igreja, todos aqueles que são chamados a exercerem uma função em nome da Igreja, devem emitir a profissão de fé, segundo a fórmula aprovada pela Sé Apostólica. Acompanhemos.

(Ajoelhado, põe as mãos sobre os santos evangelhos, e faz a profissão de fé)

 

 

- Ato Penitencial   

- Hino de Louvor  

- Oração da Coleta  (Própria do dia)

 

 

LITURGIA DA PALAVRA

 

- Breve monição às leituras

- 1ª Leitura

- Salmo

- 2ª Leitura

 

 

 

Com: Antes da proclamação do Evangelho, o novo pároco recebe o livro dos Evangelhos das mãos dos Sr. Bispo, uma vez que é o seu dever anunciar a Palavra de Deus a todas as pessoas sem distinção.

(O bispo entrega o livro dos evangelhos ao pároco, dizendo:)

 

Bispo: Receba o Evangelho de Cristo, do qual foste constituído mensageiro. Transforma em fé viva o que lês, ensina aquilo que crês e procura realizar o que ensinais.

( Depois disso, o padre se dirige ao ambão para a proclamação do Evangelho. Enquanto isso entoa-se a aclamação à Palavra de Deus.)

 

 

- Aclamação ao evangelho (canto)

- Evangelho

- Homilia

 

 

RENOVAÇÃO DAS PROMESSAS SACERDOTAIS

 

 

Com: Neste momento, o Pe. ...  renovará as promessas feitas ao Bispo no dia de sua ordenação sacerdotal, portanto, ele será interrogado publicamente para manifestar sua disposição de cooperar com o Bispo, trabalhando em comunhão com ele e cuidando com zelo da paróquia que lhe esta sendo entregue.

 

 

Bispo: Filho caríssimo, diante do povo que será entregue aos teus cuidados, renova o propósito que prometeste na ordenação.

 

Queres desempenhar sempre o teu encargo como fiel cooperador de nossa Ordem Episcopal, apascentando o rebanho do Senhor, sob a direção do Espírito Santo?

 

Sacerdote: Quero

 

Bispo: Queres celebrar com devoção e fidelidade os mistérios de Cristo, para louvor e glória de Deus e santificação do povo cristão, segundo a Tradição da Igreja?

 

Sacerdote: Quero

 

 

 

Bispo: Queres unir-te cada vez mais ao Cristo, Sumo e Eterno Sacerdote, que se entregou ao Pai por nós, e ser como Ele, consagrado a Deus para a salvação dos homens?

 

Sacerdote: Quero

 

Bispo: Queres com dignidade e sabedoria desempenhar o ministério da Palavra, proclamando o Evangelho e ensinando a fé católica?

 

Sacerdote: Quero com a Graça de Deus

 

Bispo: Prometes respeito e obediência a mim e a meus sucessores?

 

Sacerdote: Prometo

 

Bispo: Deus que te inspirou este bom propósito te conduza sempre mais à perfeição.

 

 

 

 

ENTREGA DAS CHAVES DA IGREJA E DO SACRÁRIO, DA PIA BATISMAL E DA ESTOLA ROXA

 

Com: Agora o novo pároco receberá das mãos do Sr. bispo a chave da Igreja, a chave do Sacrário, a Pia Batismal e a estola roxa, instrumentos para o bom desempenho de sua missão.

 

 

- Chaves da Igreja

Com: O pároco recebe as chaves da Igreja de Jesus Cristo e nossa, para que tome consciência do cuidado que deverá ter com este templo material, símbolo da Igreja viva que deverá edificar e, a missão de acolher a todos com carinho.

 

Bispo: Recebe as chaves da Igreja e cuida da porção do povo de Deus que a ti é confiado, desempenha com verdadeira caridade e continua com alegria a missão de pároco, procurando em tudo agradar a Cristo, o Bom Pastor, do qual foste constituído ministro.

(O bispo entrega-lhe as chaves da porta)

 

- Chave do Sacrário

Com: A vida espiritual dos fiéis é alimentada e sustentada pela Eucaristia. Por isso o novo pároco recebe a chave do sacrário e o abre, fazendo uma breve adoração.

 

Bispo: Lembra-te que a Eucaristia é o Ápice e a Fonte de todo o culto da vida cristã, onde se realiza a unidade do povo de Deus e se completa a construção do Corpo de Cristo. Por isso, zela com todo o cuidado para que a Eucaristia seja o centro de toda ação pastoral e de toda a vida paroquial.

(O novo pároco abre o sacrário e todos se ajoelham e o Santíssimo é incensado. Entoa-se um canto apropriado )

 

 

- Pia Batismal

Com: Entre os ofícios do pároco, esta o de administrar o Santo Batismo, fazendo das pessoas filhos e filhas de Deus, nascidos pela Graça do Espírito Santo.

 

Bispo: Receba os materiais para administrar o batismo dos novos filhos e filhas de Deus. Cuida para que a vida divina recebida neste sacramento cresça e se desenvolva sempre mais no coração dos fiéis.

(O bispo e o novo pároco se dirigem até a pia batismal, e o novo pároco incensa-a)

 

 

- Estola Roxa

Com: Uma das tarefas mais importantes do pároco, consiste em administrar o Sacramento da Penitência, através deste realiza-se a Reconciliação dos pecadores com Deus. Por isso o novo pároco recebe a estola roxa.

 

Bispo: Aqui esta o instrumento de trabalho para administração do Sacramento da Penitência. Sê zeloso neste ministério e instrua as pessoas nas riquezas da misericórdia infinita do Senhor.

(O bispo coloca a estola roxa no novo pároco)

 

 

 

JURAMENTO DE FIDELIDADE

 

Com: No início da Santa Missa, o pároco fez sua profissão de fé, e agora fará, diante de todos nós aqui reunidos e do Sr. Bispo, o juramento de fidelidade à Igreja, segundo a fórmula aprovada pela Santa Sé.

 

 

JURAMENTO DE FIDELIDADE

 

 

1- Eu, PADRE ...  , ao assumir o ofício de PÁROCO, prometo conservar sempre a comunhão com a Igreja Católica, quer em palavras por mim proferidas, quer em meu procedimento.

2- Com grande diligência e fidelidade desempenharei os ofícios pelos quais estou ligado em função da Igreja, tanto universal como particular, na qual, conforme as normas do direito, sou chamado a exercer o meu ofício.

3- Ao desempenhar o meu ofício, que em nome da Igreja me foi conferido, guardarei integralmente o depósito de fé, que com fidelidade transmitirei e explicarei; quaisquer doutrinas, portanto contrárias a este depósito, serão por mim evitadas.

4- Hei de seguir e promover a disciplina comum de toda Igreja, e acatar a observância de todas as leis eclesiásticas, sobretudo aquelas que estão contidas no Código de Direito Canônico.

5- Com cristã obediência seguirei o que declaram os sagrados Pastores, como autênticos doutores e mestres da fé ou o que estabelece como orientadores da Igreja, e prestarei fielmente auxílio aos Bispos Diocesanos, a fim de que a ação apostólica, a ser exercida em nome e por mandato da Igreja, se realize em comunhão com a mesma Igreja.

6- Assim Deus me ajude e estes Santos Evangelhos, que toco com minhas mãos.

 

 

 

 

 

- Oração dos Fiéis

 

 

LITUGIA EUCARÍSTICA

 

Oração Eucarística

- Comunhão

- Oremos

 

 

 

Saudações ao novo pároco

Palavras do novo pároco

Agradecimento ao bispo.

 

BÊNÇÃO FINAL